Retratando a fuzarca
O arraiá 2001 ganhô o apelido de "uma odisséia no riacho". Teve quentão e milho quente, fogueirão e bandeirola. Os moço e as moça dançaram até de manhã. Os mais do xamego se encostaram no pé do fogaréu. Ninguém esquece. Falam disso até hoje na pracinha da cidade. O prefeito até pensou em contribuir pra festa desse ano, mas sabe como é, época de eleição o gasto já é grande. Taí uns retratinho do pessoar preparando o primeiro arraiá. Pôca coisa, é que depois que a festa começou mesmo ninguém mais quis saber de batê retrato... Mas esse ano vamo tê uma fotógrafa lá do Japão pra registra tudo. Depois mostramo. Na parte de baixo tem uns postais das mió atração da cidade. Essa é pra quem guentá fazê passeio no domingo.


voltar para a home