O que levar

Esta são os itens que devem constar de sua bagagem na viagem. Não é preciso seguir à risca esta lista, mas não deixe de levar em conta em qual estação do ano (julho é inverno, janeiro é verão) e qual o número de dias que sua viagem irá durar, além de evitar excesso de bagagens. Prefira levar apenas a mochila nas costas, uma pochete na cintura e nada nas mãos.

uma mochila grande, de no mínimo sessenta litros (qualquer casa de alpinismo ou esporte tem);

saco de dormir e isolante térmico de borracha (encontrado em lojas de material esportivo); estes itens, além das barracas de camping, podem ser alugados em agências existentes nas cidades. Se quiser mesmo economizar, leve os seus próprios equipamentos.

calculadora (para as diversas cotações monetárias), caderno e caneta (para anotações importantes);

dois pares de calçados confortáveis (dê preferência à tênis para caminhada, com solado anti-derrapante);

máquina fotográfica (duas, no caso de acidente; ou um gravador de voz; ou uma câmera de vídeo handcam (ou os três), para registros e recordações;

roupas apropriadas para o clima (em julho é inverno nestes países e quase não chove): leve um casaco grosso e duas blusas de lã. Leve também camisetas, bermudas, roupa de banho e pelo menos duas calças jeans. Um tenis próprio para treeking é essencial. Luvas, cachecol ou toucas podem ser encontradas por um preço barato na Bolívia e no Peru. Lembre-se que camisetas ocupam menos espaço do que calças. Lavanderias existem em quase toda cidade, por um preço razoável.

Objetos de higiene pessoal suficientes para um mês (principalmente papel higiênico – tenha sempre um rolo em sua mochila).

Um mapa da América Latina e um guia de viajante (dê preferência para o Footsteps ou o Lonely Planet, encontrados facilmente em qualquer boa livraria);

Lanterna, canivete (cortar maçãs e abrir latas de atum quando o dinheiro para comer em restaurantes acabar), cantil e um porta-dólares (pode ser encontrado em lojas de malas).

Uma mochila pequena, para guardar coisas que você sempre usa (câmera, mapa, guia, papel higênico : ] ). Esta será sua "mochilinha de ataque".

Conselho final:

Na hora de fazer as malas, use o bom senso para não exagerar em bagagem desnecessárias. Vale a pena lembrar o velho ditado dos viajantes: "leve sempre metade das roupas que acha que vai precisar e o dobro de dinheiro que acha que vai usar". Funciona mesmo!